Origem

Os oceanos são tão antigos quanto a terra. Eles existem desde o período Arqueano, que ocorreu a mais de 4,5 milhões de anos, quando os mares ainda estavam  em desenvolvimento e abrigaram as primeiras formas de vida do nosso planeta, durante o período Proterozóico, a mais ou menos 2,5 milhões de anos.

De lá para cá muita coisa mudou. Os oceanos viram a Pangea dividir-se e os continentes chegarem aos contornos que conhecemos hoje. Viram a vida florescer e sair de seus domínios e agora abrem-se à nossa volta.

A história dos oceanos e da própria Terra poderiam ser comparados com um ano. Assim, teríamos o surgimento da terra a 6 bilhões de anos, no dia 01 de janeiro do nosso ano hipotético, à 0:01.  A crosta terrestre teve início em fevereiro, quando também originam-se os primeiros oceanos primitivos do nosso planeta, no período Arqueano.

Toda a formação dos oceanos ocorreu entre os meses de fevereiro e junho. A vida propriamente dita (organismos unicelulares que surgiram nos oceanos) apareceu em meados de agosto.

Os fósseis mais antigos que se tem notícia datam de 700 mil anos, são do Proterozóico,  tendo sido gerados na metade de outubro do nosso ano. Os dinossauros teriam vivido a 65 mil anos, quando o período Cretáceo estava chegando ao seu fim, junto com o do mês de novembro do nosso ano.  Os oceanos só adquiriram o seu aspecto atual há 400 mil anos.

Os primeiros hominídeos – que futuramente originaram o Homo sapiens só apareceram no perído Quaternário, que ocorreu aproximadamente às 23:50 do dia 31/12 desse ano.

A partir dessa comparação, podemos ter noção de quanto o homem é um acontecimento recente para o planeta e quanto tempo os oceanos e os seres que nele habitam tiveram para se aperfeiçoarem a esse ambiente.

Geologicamente, os continentes são formados por rochas graníticas, enquanto o fundo do  oceano é formado por rochas basálticas, que possibilitaram a formação da Cordilheira do Meio do Oceano, que tem em média 60.000Km de extensão, dá a volta no planeta, sendo a razão da maioria dos terremotos em alto mar e das fossas abissais – área de grande instabilidade provocada pelo choque entre as placas.

No oceano existem:

  • Fossas tão profundas que nelas caberia 6 vezes o Grand Cânion.
  • Rochedos tão extensos que iriam de Nova York a São Francisco/Caracas (RJ).
  • Montanhas mais altas que os Andes.
  • Deltas mais largos que o Mississipi.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s